Cadastre-se para receber nosso informativo:





Últimas Notícias

 

Não há recompensa sem Riscos!

O mundo digital, em rápida expansão, é rico em oportunidades de inovação e as empresas, os governos e os indivíduos estão com a sua atenção voltada para os benefícios significativos que as tecnologias podem trazer.

 

Ao criar novos mercados e novos produtos, é necessário melhor diferentes formas de se conectar com eles compreensão dos consumidores e encontrar, pois o mundo digital oferece um enorme potencial. Infelizmente, com pressa, muitas precauções foram e são negligenciadas e os riscos subestimados.

 

Para que as organizações reconheçam os desafios atuais e compreendam o que precisam fazer para melhorar, eles precisam pensar completamente sobre as seguintes questões:

 

  • Transformação orientada por propósito como estratégia corporativa
  • Um programa de governança de riscos
  • Estratégia para um futuro digital
  • Cyber Security

Programa de Governança de Riscos Corporativos

 

Drivers como inovação, mudanças tecnológicas, modelos de negócios em evolução, mudanças regulatórias, posturais de sustentabilidade, de continuidade e responsabilidade corporativa, forçaram as empresas a transformar a maneira como elas operam e geram valor. Atender com sucesso os riscos e os desafios associados à transformação pode criar um valor significativo para uma organização – custo reduzido de operações, tempo reduzido de operações, maior realização de benefícios, etc…

 

Engajamento em um futuro digital

 

Muitas pessoas podem sentir que o futuro digital já chegou, ou aproxima-se velozmente, mas as novas tecnologias de hoje poderão parecer irrelevantes em comparação com as tecnologias que surgirão no futuro.

 

Como exemplo disso, a Internet das Coisas (IoT) está se tornando mais ativa e mais comprometida à medida que mais dispositivos se tornam conectados – no entanto, estima-se que hoje apenas um baixíssimo percentual de dispositivos estejam conectados. Também temos o exemplo do avanço das tecnologias cognitivas sobre processos e atividades diversas em modelos e ambientes de negócios, estratégias, gestão e governança, que ainda trará consequências dramáticas sobre a vida da sociedade e das corporações, tanto em adesão quanto em exclusão, conhecida como a “classe dos inúteis”.

 

Quando mais estiverem online, mais profundo será o impacto em nossas vidas pessoais, sociais e profissionais.

 

Hoje é amplamente aceito que as quatro áreas de mudança digital também conhecidas como Nexo das Forças, conhecidas como Information/data, Cloud Computing, Social Computing e Mobile, que vêm gerando o maior impacto nas empresas, introduzem novos e específicos riscos neste cenário.

 

No entanto, para cada risco, sempre há uma oportunidade, e para capitalizar o potencial, as empresas precisam desenvolver uma ambiciosa estratégia digital.

 

Cyber Security

 

Os mesmos avanços em tecnologia que rapidamente estão transformando vidas, também estão criando vulnerabilidades para a segurança de dados e informações corporativas. As organizações de todos os tipos precisam se manter a salvo do cybercrime, além de manter os seus clientes afastados de possíveis vulnerabilidades. Os criminosos cibernéticos de hoje estão cada vez mais sofisticados, realizando ataques avançados e persistentes às organizações até que suas defesas sejam violadas.

 

As empresas correm o risco de perda significativa de ativos físicos, incluindo dados, bem como perda de receita e prejuízo reputacional de custos elevados. Os ataques cibernéticos podem destruir uma organização e, portanto, devem ser considerados como uma ameaça significativa.

 

Cyber Security não é mais apenas um desafio da área de TI

 

Segurança Digital não é mais apenas um desafio da área de TI, mas sim um processo de governança de riscos e como tal deve ser tratado nos diferentes extratos corporativos por seus agentes específicos.

 

É importante que as organizações não apenas mantenham e aprimorem seus controles de segurança tradicionais, mas continuem a desenvolver sua capacidade de detectar e responder rapidamente a ameaças. No entanto, antecipar ataques cibernéticos é a única forma real de se antecipar ao cybercrime.

 

Mas infelizmente em grande parte e extratos de nossa sociedade e segmentos empresariais, o consenso sobre a necessidade de gerenciar riscos está diminuindo a velocidade de prevenir um ataque cibernético.

 

Os criminosos cibernéticos e demais fraudadores internos, não aguardam que seus agentes de negócios estratégicos, gestão e governança, cheguem a um consenso sobre a segurança cibernética e privacidade de dados. Atualize-se agora para proteger seus dados e de seus clientes e organizações.

 

É melhor se mobilizar para melhorar suas linhas de defesa agora, do que depois de um ataque externo ou interno, quando a sua organização estará em estado de choque ou crise e, provavelmente, em meio a um caos.

 

Vladimir Barcellos Bidniuk

Executivo de Negócios da RCE IT